Home

Leopoldo María Panero. Conversación. Nivola, 2003.


lo-que-queda-despues-de-la-flor

Lo que queda después de la flor

es una cosa sin dientes,

recordando

el misterio de la flor, la espantosa aguja

para grabar en la piel las sílabas

del dolor: y la vida

es como una irritación, o una molestia

de ser nada aún,

                         como un recuerdo.


O que fica depois da flor

é uma coisa sem dentes,

a lembrar

o mistério da flor, a tenebrosa agulha

para gravar na pele as sílabas

da dor: e a vida

é como uma irritação, ou uma moléstia

de ser nada ainda,

                         como uma recordação.


O que queda despois da flor

é unha cousa sen dentes,

lembrando

o misterio da flor, a espantosa agulla

para gravar na pel as sílabas

da dor: e a vida

é coma unha irritación, ou unha molestia

de ser nada aínda,

                           coma un recordo.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s