Home
Imagem: Dragonflies with birds and snakes. Wolfgang Lehmann

Do Extermínio. Jaime Rocha. Relógio D’água. 1995


16

Es el espejo el que grita y no el hombre.

Su imagen es como el vidrio

transformado en un rectángulo de luz.

No ve, no amenaza, no llora. Su

destino fue escrito por el pájaro porque

sólo este consigue atravesar más allá del

alma sin tener miedo del fuego. Y el espejo

dice: ¿por qué mueren los pájaros?


16

É o espello quen grita e non o home.

A súa imaxe é coma o vidro

transformado nun rectángulo de luz.

Non ve, non ameaza, non chora. O seu

destino foi escrito polo paxaro porque

só este consegue atravesar para alá da

alma sen ter medo do lume. E o espello

di: por que morren os paxaros?


16

É o espelho que grita e não o homem.

A sua imagem é como o vidro

transformado num rectângulo de luz.

Não vê, não ameaça, não chora. O seu

destino foi escrito pelo pássaro porque

só este consegue atravessar para lá da

alma sem ter medo do fogo. E o espelho

diz: porque morrem os pássaros?

Anúncios