Home
Imagem: Alex Prager

Madalena de Castro Campos. La mariée mise à nu. Companhia das Ilhas, 2017

Europa do Sul

 

Ao longe e à distância,

via que não havia verdadeiramente nada para ver.

Um buraco. Uma falha cada vez mais profunda

através da qual

a história e a geografia se engolfavam

na sua própria impotência.

Depois, como a convidados de circunstância,

consentidos mas não desejados,

sentia na pele que lhes confundiam

estado e natureza, identidade e condição.

Em comum, nem língua nem passado.

Talvez menos futuro.


Europa del Sur

A lo lejos y con distancia,

se veía que no tenían en el fondo nada para ver.

Un agujero. Una sima cada vez más profunda

a través de la cual

la historia y la geografía se empozaban

en su propia impotencia.

Después, como a invitados circunstanciales,

consentidos pero no deseados,

sentía en la piel que les confundían

estado y naturaleza, identidad y condición.

En común, ni lengua ni pasado.

Tal vez menos futuro.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s