Home
Imagem: Alex Prager

 

Madalena de Castro Campos. La Mariée Mise à Nu, Companhia das Ilhas, 2017

 

CONTRATO SOCIAL

Estava disponível para negociar.

Aceitaria as dificuldades,

mas não

a privação.

Ou aceitaria a privação, mas

jamais a fome.

Aceitaria a fome, mas

nunca a vergonha. Ou a

vergonha,

mas não a humilhação,

ou aceitaria a humilhação, mas

nunca o sacrifício. Aceitaria

o sacrifício, mas não o abate.

Aceitaria o abate.

Só queria que lhe garantissem

que não seria em vão.


CONTRATO SOCIAL

Estaba dispuesta a negociar.

Aceptaría las dificultades,

Pero no

la privación.

O aceptaría la privación, pero

Jamás el hambre.

Aceptaría el hambre, pero

nunca la vergüenza. O la

vergüenza,

pero no la humillación,

o aceptaría la humillación, pero

nunca el sacrificio. Aceptaría

el sacrificio, pero no la ejecución.

Aceptaría la ejecución.

Solo quería que le garantizasen

que no sería en vano.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s