Home
ángel cerviño
Imagem: Azul (camouflage gretel) de Ángel Cerviño

 

Ángel Cerviño. Exogamia. Ediciones Liliputienses, 2017.

I

LA ASÍ LLAMADA “REALIDAD” NO ES, EN EL FONDO, MÁS QUE LA SUMA DE TODO AQUELLO QUE AÚN NO HA SIDO RECOGIDO POR LOS ARCHIVOS.

 

Ciegos del método / verifican

la separación de las aguas

su medio decir / no enardece

sabe a poco / como parientes pobres

nos sentamos en el borde de las sillas

¿Qué le va a Dios en los números

impares? / el buen nieto Abel1

le sabe las vueltas / entrega el remo:

-venido del humedal indagues

hermano / la condición de lo soluble


1Fratricidio fuera de cuadro, la víctima sangra y gesticula en un punto ciego del

escenario, el zoom robustece las migajas.

 

(Nota: El título-Epígrafe del poema ese una cita de Bajo sospecha, Boris Groys)


A ASSIM CHAMADA “REALIDADE” NÃO É, NO FUNDO, MAIS QUE A SOMA DE TUDO AQUILO QUE AINDA NÃO TEM SIDO RECOLHIDO PELOS ARQUIVOS.

 

Cegos do método / verificam

a separação das águas

o seu meio dizer / não inflama

não diz grande coisa / como parentes pobres

sentamo-nos na borda das cadeiras

 

Qual é a cena de Deus com os números

ímpares? / o bom neto Abel1

sabe-lhe os truques / entrega o remo:

-vindo do pantanal? indagues

irmão / a condição do solúvel

 

1Fratricídio fora de campo, a vítima sangra e gesticula num

ponto cego do cenário, o zoom fortalece as migalhas

 

(Nota: O título-Epígrafe é uma cita do livro Bajo sospecha de Boris Groys)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s