Home

Imagem: Ernestine Ruben

Verónica ArandaDibujar una isla (Reino de Cordelia, 2017)

La isla que se incendia

HUIMOS de la isla que se incendia

como huyen las monjas ortodoxas.

Buscas una salida

                                 imposible por tierra

y te sientes sitiada.

 

El tiempo es troje en ruinas;

algo más que una vid en ese espacio

donde ya es autoengaño

lo que era deseo.


A ilha que arde

FUGIMOS da ilha que arde

como fogem as freiras ortodoxas.

Procuras uma saída

                                 impossível por terra

e sentes-te sitiada.

 

O tempo é celeiro em ruínas;

algo mais que uma vide nesse espaço

onde já é auto-engano

o que era desejo.


A illa que se incendia

FUXIMOS da illa que se incendia

como foxen as monxas ortodoxas.

Buscas unha saída

                                 imposíbel por terra

e sénteste sitiada.

 

O tempo é canastro en ruínas;

algo máis do que unha vide nese espazo

onde xa é autoengano

o que era desexo.

Revisora da tradução para Português: Sara I. Veiga

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s